Sites ficam mais lentos como forma de protesto nos EUA

Enquanto no Brasil a questão da neutralidade de rede foi um dos principais pontos garantidos pelo Marco Civil da Internet, nos Estados Unidos a questão precisou de uma campanha protagonizada por alguns dos principais sites do país, para chamar a atenção da Federal Communications Commission (FCC), do Congresso dos EUA e da Casa Branca.

Sites como Netflix, Etsy, FourSquare, Kickstarter, Mozilla, Reddit, PornHub e Vimeo instalaram um widget para deixar as suas páginas mais lentas e mostrar como eles acreditam que a internet seria se a Comissão Federal de Comunicações (FCC) ferisse as regras da “neutralidade da rede”.

O movimento é liderado pelo endereço Battle for the Net, que explica a importância de discutir a questão. O site mostra imagens e banners com aquele tradicional símbolo de carregamento de páginas.

Os protestos são contra uma proposta que permite que as empresas de telecomunicações criem “vias rápidas”, com preços e pacotes diferenciados para clientes que utilizam muita banda.

Os críticos acusam esse movimento de acabar com a neutralidade da rede, ou seja, o conceito de que a internet precisa oferecer igualdade de condições para as pessoas.

Na prática, isso significa impedir que os provedores de internet discriminem qualquer pessoa, organização ou empresa.

Fonte: Exame

MGF Arte
Criação de Sites

Autor: MGF Arte Criação de Sites