O significado das cores de 5 marcas famosas

Por que a Coca-Cola escolheu o branco e o vermelho e não o verde, por exemplo? E por que o Facebook é azul? Tudo tem um sentido. Na hora da marca definir seu logo e identidade visual, a escolha das cores é decisiva e muito bem pensada. E cada cor passa uma “mensagem” para o consumidor.  Por exemplo: vermelho transmite robustez, excitação e juventude. Azul transmite confiança e força. Amarelo transmite claridade, otimismo e conforto. Já o verde passa a ideia de saúde, paz e crescimento. Mais: os consumidores não consideram que uma cor é “fútil”. Pesquisa da Column Five Media mostra que a cor do logo influencia entre 60% e 80% a decisão de compra. Além disso, a cor é a primeira coisa percebida, antes mesmo do nome da marca. Confira, nas imagens, a explicação para as cores de dez marcas famosas.

size_960_16_9_google-logo5

Cores: azul, vermelho, amarelo e verde. Explicação: o Google sempre confunde a cabeça das pessoas quando a ideia é tentar achar um padrão nas cores das letras. Primeiro azul, depois vermelho, depois amarelo. Quando você pensa que o padrão vai se repetir, entra o verde. Inicialmente, a ideia era exatamente essa: passar uma ideia de brincadeira. Segundo Ruth Kedar, a designer que criou o logo, em entrevista à Wired, a intenção era trabalhar com as cores primárias, mas depois inserir uma secundária (o verde), mostrando que o Google “não segue regras e padrões”.

size_960_16_9_logo26

Cores: azul e branco Explicação: apesar da popular – porém falsa – versão que diz que o logo representa uma hélice de avião no céu (a empresa começou no ramo aéreo), a explicação verdadeira é mais simples: azul e branco são as cores oficiais da Baviera, o estado de origem da empresa alemã.

size_960_16_9_anel_tiffany

Cor: azul Explicação: o azul da Tiffany & Co. é tão característico que foi batizado de “Tiffany Blue”. Quem o escolheu foi Charles Lewis Tiffany, fundador da empresa. Ele buscava uma imagem para representar a marca na capa do Blue Book, um anuário lançado em 1845 que trazia coleções de jóias. A empresa diz que esse tom turquesa provavelmente foi escolhido por ele por conta da popularidade das pedras turquesas no século 19 entre a elite.

size_960_16_9_logo-facebook2

Cor: azul Explicação: Segundo o próprio  Mark Zuckerberg, em entrevista à revista The New Yorker, ele é daltônico e não reconhece corretamente vermelho e verde. Mas azul é uma cor muito distinta para ele. Daí a escolha.

size_960_16_9_coca-cola3

Cores: vermelho e branco Explicação: Nos anos 1890, no começo da marca nos EUA, a empresa pintava de vermelho os seus barris que carregavam o xarope usado na fabricação da bebida. Era uma maneira dos fiscais reconhecerem rapidamente os barris da Coca e não confundi-los com os barris de bebidas alcoólicas. Inclusive, a primeira revista corporativa da marca se chamada “The Red Barrel” (O Barril Vermelho) e foi lançada em 1924. Por esse motivo, a marca decidiu levar adiante a cor em sua identidade visual.

Fonte: Exame

Autor: MGF Arte Criação de Sites