84% dos usuários de smartphones acessam aplicativos assim que acordam

“O smartphone foi incorporado de tal forma à rotina das pessoas que é encarado como essencial, ou ainda, como extensão da capacidade humana”. A frase foi apropriada do estudo “jovem mobile.br”, realizado pela E.life a pedido da Pagtel, lançado recentemente e que demonstrou a relação do jovem brasileiro com os dispositivos móveis, (smartphones, tablets e notebooks), bem como a adesão desse público ao m-commerce, ao consumo de mídia mobile e ao mobile payment. O estudo com jovens brasileiros vai ao encontro de um outro levantamento realizado pela SOASTA.

Segundo a pesquisa, 84% dos usuários de smartphones acessam aplicativos assim que acordam. Os mais utilizados são aplicativos para acessar o e-mail, o previsão do tempo, as redes sociais e notícias. O levantamento é bacana porque demonstra, na prática, como essa “extensão da capacidade humana” tem se dado. Não mais acordamos e ligamos o rádio ou a TV; fazemos todas as nossas listagens prévias sobre como será o dia apenas com o smartphone.

Aliás, não só com o smartphone, mas com informações provenientes do mundo todo. Os canais de mídia tradicionais aos quais estávamos acostumados cedem gradualmente um espaço cada vez mais significativo a aquilo que nossos contatos compartilham nas redes sociais. Também é possível observar o acesso primordial ao e-mail, ou seja, algo para fins corporativos, prova que como estamos conectados o tempo todo nós nos tornamos trabalhadores full time, sem descanso e pausa, dispostos o tempo todo e aptos a “entrar em campo” a qualquer hora, já que o smartphone também pode ser encarado como um extensão do escritório. Nas redes sociais isso já acontecem, mas a maioria dos usuários latinos já utilizam esses canais para fins corporativos.

Fonte: Blogmidia8

Autor: MGF Arte Criação de Sites